POR QUE ADOTAR?

Adotar um animal é um ato de amor e de carinho, é valorizar a vida e reconhecer que animais não são mercadorias. Os criadores utilizam suas fêmeas, que normalmente se encontram em estado precário, para ter cada vez mais animais para vender e, assim, ganhar mais dinheiro. Porém, muitos não dão a essas fêmeas e a esses filhotes o carinho e cuidados que necessitam e merecem. Muitos filhotes, como, por exemplos, os de coelhos, são vendidos logo nas primeiras semanas de vida, sem ao menos completar o estágio de amamentação, momento em que recebem os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento. Além disso, muitas vezes não há um veterinário especializado que acompanhe esses animais em crescimento e doenças são comuns pois, por serem vendidos muito cedo, além de não terem recebido todos os nutrientes importantes do início da vida, sem o devido acompanhamento, podem ser vendidos com doenças que só serão descobertas após a compra.

O Órgão Mundial da Saúde estima que há mais de 30 milhões de animais abandonados no Brasil, ou seja, há muitos animais aguardando adoção e que precisam de ajuda. Em relação aos coelhos, o número de abandono cresce muito após a Páscoa, já que, nessa época, o número de compra de coelhos é maior.

Acontece que cuidar de um orelhudo não é simples.

Eles precisam de cuidados básicos e possuem comportamentos e necessidades que muitos desconhecem, inclusive muitos veterinários, por isso a importância de localizar um especialista de confiança próximo de sua residência antes de se ter um coelho.

Não é difícil ter um coelho, o mais necessário é reconhecer suas necessidades básicas, como a alimentação adequada, higiene, castração e veterinário especializado em exótico, ter paciência e tempo e fornecer carinho e amor! Cada orelhudo tem seu temperamento, alguns gostam de colo, outros só de carinho no chão. Alguns fazem suas necessidades no lugar certo logo de primeira, outros podem levar um pouco mais de tempo para aprender.

No começo, a relação é de medo e curiosidade. Tanto o coelho quanto o adotante estão passando por momentos novos. Nesse momento, o melhor a se fazer é ter paciência e, com calma, ir se acostumando com a nova rotina. Com o passar do tempo as coisas vão melhorar e vocês serão ótimos amigos.

Ao adotar, você contribui para reduzir o número de animais abandonados e dá a eles, que já passaram por muito sofrimento, uma nova chance de viver, oferecendo um bom lar, carinho e cuidados.

NOSSOS COELHINHOS

NOSSOS COELHINHOS

NOSSOS COELHINHOS

Conheça nossos coelhinhos disponíveis para adoção

QUERO ADOTAR

QUERO ADOTAR

QUERO ADOTAR

Se sente pronto para adotar um novo membro da família? Saiba como é o nosso processo de seleção e candidate-se.